Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Cântico de gratidão  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 13:6 - Cantarei ao SENHOR, porquanto me tem feito muito bem.

Davi começa o seu salmo com um lamento, perguntando ao Senhor: “Será que o Senhor vai se esquecer de mim para sempre?” No final do cântico, porém, ele exclama: “Cantarei ao Senhor, porquanto Ele me tem feito muito bem” (Salmo 13?6).

Nós, seres humanos, corremos o perigo de avaliar as coisas de maneira superficial, ou apressada. Na nossa visão imatura, achamos que dificuldades sempre devem ser consideradas como experiência negativa. Contrariamente a essa postura, Tiago nos exorta, escrevendo: “Meus irmãos: tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações” (Tiago 1:2).

Masoquismo? Certamente que não! E Tiago se explica: “a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes” (versos 3 e 4). Em outras palavras: a provação permitida por Deus vem acompanhada de treinamento espiritual, de aperfeiçoamento da conduta cristã. A conclusão é simples: se é que provação é treinamento da musculatura espiritual, quanto mais provação, mais musculatura... Como no caso de Davi, nada de errado em questionar o Senhor, no meio das dificuldades. Se o fizermos, todavia, no espírito de compreensão do treinamento divino, eventualmente concluiremos que “Ele me tem feito muito bem”.