Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Cristo não se separa de nós  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 8:35 - Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?

A biografia de Paulo descreve a vida de um gigante, que sempre atribuiu o poder de sua realidade espiritual à força definitiva do amor de Cristo. “Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? (Romanos 8:35).

Paulo e João nos revelam a realidade transcendental do “amor de Deus”. Eles não se basearam na discussão sobre o assunto. A ênfase dada por eles não é a discussão, mas a aceitação experimental. Aceitar ser discípulo do Cristo é submeter-se ao poder mais alto do universo. Como escreveu João: “Deus é amor... quem não ama não conhece a Deus” (I João 4:8).

Nada pode nos separar do amor dado por Cristo. Esta é a conclusão de Paulo: invadidos pelo amor do Senhor, “em todo o mundo não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor” (Romanos 8:39). A palavra final é a de Jesus: “Todos aqueles que o Pai Me dá virão a Mim e de modo nenhum jogarei fora aqueles que vierem a Mim” (João 8:37).