Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Indignos das sandálias  |  Pr. Olavo Feijó

João 1:27 - Este é aquele que vem após mim, que é antes de mim, do qual eu não sou digno de desatar a correia da alparca.

Quando Jesus veio submeter-se ao batismo de João Batista, o profeta se declarou indigno de ser o ministrante. Sua explicação foi: “Ele (Jesus) vem depois de mim e eu não mereço a honra de desamarrar as correias das sandálias Dele” (João 1:27).

O sentimento de incapacidade para fazer o trabalho divino foi o denominador comum dos líderes convocados pelo Senhor. Isto aconteceu com líderes, juízes, profetas, sacerdotes, apóstolos. Sempre foi preciso que o Senhor insistisse no chamado e garantisse ao Seus escolhidos a certeza do Seu poder e da Sua presença.

Houve uma desagradável exceção: foi quando os discípulos discutiam entre si, sobre quem iria ser o mais importante no reinado soberano do Cristo (Lucas 22:24). A resposta de Jesus foi inesperada: no Reino de Deus, maior é aquele que mais serve. A palavra final de Jesus, então, é bem clara. No Reino de Deus, o problema não é se somos dignos ou não dignos. No Reino de Cristo, o critério de valor é a obediência ao Senhor e a alegria no serviço.