Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Obedientes às visões divinas  |  Pr. Olavo Feijó

Atos dos Apóstolos 26:19 - Por isso, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial.

No seu discurso de defesa, perante o rei Agripa, Paulo descreve a visão que teve do Cristo ressuscitado, no caminho de Damasco. Porque ele obedeceu fielmente à visão dada pelo Senhor, o Reino de Deus foi estendido até ao mundo não judaico. “Paulo terminou seu discurso, dizendo – Paulo terminou seu discurso, dizendo - Portanto, ó rei Agripa eu não desobedeci à visão que veio do céu” (Atos 26:19).

A narrativa bíblica nos ensina que Deus Se revelou através de visões. Visões que aconteciam durante o sono e visões percebidas de olhos abertos, na vida diária – como foi o caso de Paulo. O Senhor usa o recurso da visão para aprendermos diferentes dimensões da Sua realidade. Para encorajar e para fortalecer. Para nos estimular em nossa jornada cristã. As visões podem ser através de símbolos complexos ou podem nos declarar o que devemos fazer, usando ordens claras e específicas.

O termo “visão” também tem sido usado como sinônimo de “compreensão”, de “aprendizado espiritual”, de “ordem bem clara, para ser obedecida por nós, como testemunhas de Cristo”. O Senhor nos dá visões de acordo com os planos que Ele tem para conosco. Como cristãos, nosso papel é o de obedecer à visão específica que o Senhor decide nos dar. Como Paulo, nossa missão é a de ser obedientes “a visão celestial”.