Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Ser mãe de Timóteo  |  Pr. Olavo Feijó

2 Timóteo 1:5 - Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti.

Um dos grandes estímulos de Paulo, já em idade avançada, foi a vida e o ministério do jovem Timóteo. O apóstolo o chamou de “meu filho na fé”. Mas fez questão, também, de reconhecer o impacto causado pela vida familiar do jovem obreiro: “a mesma fé que a sua avó Loide e Eunice, sua mãe, tinham” (II Timóteo 1:5).

A vida em família desempenha um papel definitivo, na formação da pessoa. Para o bem ou para o mal. A vida dos adultos é o verdadeiro ensino, que marca a personalidade das gerações novas. Para Paulo, não houve dúvida – a fé dinâmica cultivada por Timóteo tinha traços característicos de duas mulheres espiritualmente saudáveis: a avó Loide e a mãe Eunice.

A teologia cristã de Timóteo foi ensinada pelo mestre Paulo. A qualidade cristã da vida e do trabalho de Timóteo foi ensinada pelas duas mulheres que o criaram, no dia a dia da família. Orar por famílias espiritualmente saudáveis é orar em favor dos líderes que o Senhor quer formar. Não deve ser fácil ser mãe de Timóteo. Mas é, sempre, um privilégio e uma bênção.