Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
No teu quarto, com Deus  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 6:6 - Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.

Respondendo à mulher samaritana, Jesus nos explicou que o essencial da adoração e da comunhão com Deus não é o local, mas nossa postura de intimidade. Este mesmo ensino nós encontramos no Sermão do Monte: “Mas você, quando orar, vá para o seu quarto, feche a porta e ore ao seu Pai, que não pode ser visto. E o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa” (Mateus 6:6).

Isolados, a sós com Deus, fica mais fácil cultivar a intimidade da oração. Jesus não recomendou que tenhamos uma sala separada só para orar. O que Ele nos explicou é sobre a importância de reservara maior intimidade do nosso eu, quando nosso objetivo é entrar em comunhão com o Pai. Portanto, mesmo estando apertados, no meio da multidão, a oração abençoada é aquela que ocorre no mais íntimo de nós mesmos.

Cada um de nós tem lá o seu quarto fechado, “habitado” pelo Pai celestial. Na intimidade de nós mesmos, sem a interferência das coisas secundárias, fica mais viável escancarar para Deus nosso coração. É neste quarto fechado para o mundo que o Pai nos recompensa. Uma recompensa sob medida, que o mundo não pode dar e que o mundo não pode tirar.