Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Débora e as decisões de Deus  |  Pr. Olavo Feijó

Juízes 4:6 - E mandou chamar a Baraque, filho de Abinoão de Quedes de Naftali, e disse-lhe: Porventura o SENHOR Deus de Israel não deu ordem, dizendo: Vai, e atrai gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhos de Naftali e dos filhos de Zebulom?

Durante vinte anos os israelitas insistiram em viver contrariamente às Leis do Senhor. Por isso, Jeová permitiu que os cananitas os escravizasse. Por causa das orações penitentes dos que procuraram servir a Deus, o Senhor decidiu libertar Seu povo através da liderança espiritual da profetiza-juíza Débora: “Ela mandou chamar Baraque... e lhe disse – o Senhor, o Deus de Israel, está lhe dando esta ordem: Escolha dez mil homens das tribos de Naftali e Zebulom e os leve ao monte Tabor” (Juízes 4:6).

A Bíblia diz que, quando falta visão espiritual, o povo sofre. Esta verdade foi repetidamente anunciada, durante o período dos juízes. Por outro lado, entretanto, a Bíblia nos ensina como a vontade restauradora de Deus, revelada através dos profetas, proveu justiça e bem-estar aos que a aceitaram.

Quem é que Deus prefere usar? Homens ou mulheres? Sábios ou ignorantes? Várias vezes, o escolhido de Deus tentou criticar a escolha feita pelo Senhor – o que não mudou nada a decisão do Senhor. O importante é crer no Deus que nos convoca: crer Nele e na missão que Ele nos dá. E ficar disponível, fazendo as coisas do jeito que Ele manda. O problema não é Baraque. Nem Débora. O problema é se decidimos ou não obedecer o chamado divino.