Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O luto acabou...  |  Pr. Olavo Feijó

2 Samuel 12:23 - Porém, agora que está morta, porque jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei a ela, porém ela não voltará para mim.

Durante uma semana inteira Davi jejuou e orou por seu filho com Bateseba, profundamente enfermo. Ao ponto de preocupar seus auxiliares, no palácio. Após a morte da criança, saiu do jejum e voltou ao normal. Davi explicou sua conduta: “Mas agora, que está morto, por que jejuar? Será que eu poderia fazê-lo viver novamente? Um dia eu irei para o lugar onde ele está, porém ele nunca voltará para mim (II Samuel 12:23).

O rei Davi acreditava no poder do seu Deus e no seu direito de orar, pedindo Sua ajuda em meio aos problemas e tragédias. Acima de tudo, porém, Davi aceitava a soberania de Deus e o poder do Seu amor. Deus ouve nossas orações e nos abençoa, no processo de entregar a Ele nossos pedidos e nossos sofrimentos. O que nós pedimos, porém, nem sempre é o melhor para nós. Deus sempre sabe disso.

Ao descrever o luto de Davi, a Bíblia, pretende nos ensinar a maneira de entregar ao Senhor nossos problemas e nossas tristezas. É essencial não esconder nada. Abrir o coração e por para fora, no altar de Deus, todas as nossas mágoas e feridas. Uma vez feito isso, entretanto, o problemas passa a ser de Deus. Por isso, qualquer que seja Sua decisão, temos que aprender a aceitá-la com consciência, com dignidade espiritual, com gratidão. É importante saber: quando aprendemos a entregar nosso luto a Deus, o luto acabou...