Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Deus de Toda Humanidade  |  Pr. Olavo Feijó

Juízes 32:27

No mesmo contexto em que o Senhor se refere à idolatria dos babilônios e o significado deles para a história dos israelitas, Ele revela a Jeremias sua soberania universal: “Eu sou o Senhor, o Deus de toda a humanidade” (Jeremias 32:27).

Por causa de uma miopia espiritual, muito própria de nós humanos, temos a tentação de achar que o Senhor, seguido por nós e por nossa tribo, é uma espécie de propriedade nossa. Porque nós O adoramos, concluímos que Ele tem responsabilidades exclusivas conosco, providenciando nosso bem-estar diário. Quanto aos “incrédulos”, isto é, aqueles que não são membros de nossas igrejas ou de nossas tradições teológicas... bem, com relação a eles, a providência divina não tem obrigação de se importar.

A universalidade da soberania do Senhor ficou bem clara, nos ensinos de Jesus e Paulo, no Novo Testamento. Um estudo cuidadoso do Antigo Testamento, porém, já revela a preocupação ultra-nacional do Senhor. Na Sua palavra a Jeremias, o ensino do Senhor é super claro, apresentando-se como o “Deus de toda a humanidade”. Muitos cristãos têm dificuldade em conciliar o cuidado cósmico revelado pelo Senhor com os exclusivismos de suas doutrinas denominacionais. É a triste confusão entre nossas “igrejinhas” e a abrangência da igreja espiritual universal. Em João 3:16 o ensino é evidente: o Senhor ama o mundo.