Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Sem disciplina, sem amor  |  Pr. Olavo Feijó

Provérbios 13:24 - ¶ O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga.

A mentalidade patriarcal de família encara a relação pais/filhos sob a ótica do patrão todo-poderoso: a esposa e os filhos são apenas uma propriedade, tolerados somente enquanto produzem lucros econômicos. Na cultura patriarcal o único valor importante é a obediência sem discussão e sem direitos humanos. A Bíblia revoluciona as relações familiares, quando afirma: “Quem se nega a disciplinar seu filho é porque não o ama: quem o ama não hesita em discipliná-lo” (Provérbios 13:24).

Muitíssimos séculos depois de Salomão, o Jesus ressuscitado retoma o tema “disciplina com amor”, ao escrever à igreja de Laodicéia: “Eu repreendo e disciplino aqueles que Eu amo. Por isso, seja diligente e arrependa-se” (Apocalipse 3:19).

A Bíblia, apesar de muitas diferenças, é coerente consigo mesma e com seu único Inspirador. Por isso, quando o apóstolo Paulo escreveu aos Romanos, focalizando disciplina espiritual e amor, sua revelação não destoa do grande contexto bíblico: “Deus faz todas as coisas contribuírem para o bem daqueles que O amam” (Romanos 8:28). O “todas as coisas, na declaração do apóstolo, certamente também inclui “disciplina, que aperfeiçoa o amor”.