Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
“Não sou profeta, nem filho de profeta”  |  Pr. Olavo Feijó

Amós 7:14 - E respondeu Amós, dizendo a Amazias: Eu não sou profeta, nem filho de profeta, mas boiadeiro, e cultivador de sicômoros.

A idolatria imperava em Israel. O Senhor não podia contar com os profetas assalariados pelo rei. Os profetas oficiais somente pregavam as práticas religiosas que davam apoio aos interesse políticos dos governantes. Foi nesse ambiente que o Senhor convocou Amós, um criador de gado no vilarejo de Tecoa. A pregação de justiça social de Amós levou o sacerdote Amazias a proibi-lo de se intrometer nas políticas de Israel. Corajosamente, o jovem pecuarista respondeu: “Não sou profeta, nem filho de profeta... O Senhor me tirou do meu rebanho de ovelhas e me ordenou que pregue aqui em Betel: é o que vou fazer” (Amós 7:44).

A mensagem veiculada por Amós mantém sua relevância, até os dias de hoje, onde quer que a injustiça dos poderosos prejudique os pobres e oprimidos.

O poder da mensagem espiritual não procede das qualidades dos religiosos profissionais. Quando Deus convoca alguém, para pregar, mensagens de correção acontecem. Reformas espirituais e éticas sempre ocorrem, quando pessoas sensíveis se sentem também responsáveis pelas corrupções dos poderosos. Deus está mobilizando, em nossos dias, outros servos Dele, que irão disseminar dignidade entre todas as classes sociais.