Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Debaixo da figueira  |  Pr. Olavo Feijó

João 1:48 - Disse-lhe Natanael: De onde me conheces tu? Jesus respondeu, e disse-lhe: Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, estando tu debaixo da figueira.

Felipe teve um encontro marcante com Jesus de Nazaré. Tão marcante que o levou a concluir que Jesus deveria ser o Messias esperado pelo seu povo. Aí, foi compartilhar sua alegria espiritual com Natanael seu irmão. Só que, quando informou que o tal Jesus era de Nazaré, o irmão estragou o entusiasmo. Sem alimentar polêmicas, Felipe fez um simples convite: “Vem e vê”. O convite fez sentido e Natanael foi testar pessoalmente Jesus.

Natanael ainda não havia chegado perto do Mestre. Olhando para o irmão de Felipe, Jesus declarou: “Eu te vi, quando estavas debaixo da figueira” (João 1:48). E foi aí que, sem mais aquela, Natanael virou-se para Jesus e exclamou: “Tu és o Filho de Deus” (João 1:49).

Como explicar o mistério? Como explicar que, assim de repente, Natanael concluiu, por conta própria, que Jesus certamente era o Messias? O segredo deve ser encontrado no termo “figueira”. Qual o significado daquela árvore para o exigente cidadão, que ele era? A “figueira” tinha um significado que somente ele e Deus conheciam. Ao se referir à “figueira”, Jesus mostrou Seu cartão de visitas e confirmou sua autoridade espiritual. Hoje em dia nada mudou: cada um de nós tem lá suas “figueiras”, cada um de nós somente reconhece Deus quando Sua atuação toca no mais profundo da própria alma. Nós e Natanael, felizmente, somos iguais.