Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Primeiro, enche o coração  |  Pr. Olavo Feijó

Lucas 6:45 - O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.

Jesus estava começando Seu ministério de três anos, aqui na Terra. Após a pregação famosa das “bem-aventuranças” e o aumento do número dos que tinham suas doenças curadas, nas vilas pequenas. Jesus voltou a Cafarnaum. Foi nesta cidade que Ele declarou: “O homem bom tira coisas boas do bom tesouro que está em seu coração e o homem mau tira coisas más do mal que está em seu coração. A boca fala do que está cheio o coração” (Lucas 6:45).

Sempre houve debate sobre o comportamento humano. Para os estudiosos do assunto, os debatedores se resumiam a dois grupos. Um deles afirmava que a conduta humana é o resultado, puro e simples, da natureza humana, sem nenhuma influência do meio ambiente. Já o outro grupo sempre garantia que “o meio faz o homem”, de nada adianta nossas “boas intenções”. Como sempre, a verdade nunca esteve nos extremos.

Examinando o conteúdo dos ensinos de Jesus, relacionados com a conduta humana, dá para perceber que o Mestre nunca ignorou o impacto do ambiente, bem como o poder das circunstâncias não físicas. Por outro lado, porém, Jesus deixa claro que a responsabilidade final das nossas decisões tem que ser atribuída às crenças que nos motivam. Isto é: nosso mundo subjetivo, simbolicamente chamado de “coração”, precede nossas ações exteriores. Daí a síntese do Senhor: a boca fala daquilo que o coração fortemente acredita. O negócio então, não se resolve criando censuras ao que falamos. O que resolve, para impedir o mar de lama do que falamos, é eliminar a lama espiritual, que fortalece a sujeira ética de nossos relacionamentos – sejam eles pessoais ou sociais.