Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Crianças devem amadurecer  |  Pr. Olavo Feijó

1 Coríntios 13:11 - Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

Ao nos revelar um dos resultados espirituais do amor divino em nós, Paulo focaliza a graça do crescimento em Cristo – o amor de Deus encarnado. Foi assim que ele nos revelou: “Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino” (I Coríntios 13:11).

Ser cristão é um ato e um processo. Começa como uma decisão e continua como um crescimento de comunhão. Aceitamos a Cristo somente quando decidimos que nosso deuses pessoais nunca nos forneceram mais do que o cultivo do medo. As vivências ditas religiosas que a imaturidade humana produz não passam de meros mantras, que somente repetem e nada produzem... Mantras humanos alimentam imaturidade espiritual. Eles bloqueiam a evolução das necessidades humanas, que são o fruto natural das nossas transformações etárias.

Perguntas de adultos devem ser mais complexas e sofisticadas do que as perguntas infantis. Ser discípulo de Cristo implica constantes mudanças, na maneira de sentir, no modo de entender o perdão, no jeito de pecar e na postura de se arrepender e crescer na graça divina. Ninguém pode viver como cristão adulto se, no evoluir de sua jornada terrena, continua agarrado “às coisas de menino”...