Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Provação causa alegria?  |  Pr. Olavo Feijó

Tiago 1:12 - Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.

Tiago, irmão de Jesus, começa sua Carta fazendo afirmações bem definidas sobre a importância das provações, no processo divino de amadurecer nossa vida cristã. “Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida, que Deus prometeu aos que O amam” (Tiago 1:12).

É muito importante afirmar que a Bíblia não nos recomenda uma postura de pessimismo, diante das dificuldades vividas. Os autores bíblicos não nos dizem sermos condenados ao pessimismo ou ao derrotismo. Desde o autor do livro de Jó, passando pelos profetas do exílio, até os escritores do Novo Testamento, como Paulo, Pedro, João e Tiago, todos enxergam s aflições dos filhos de Deus como uma estratégia de Deus, para crescermos “até a estatura do varão perfeito, em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Efésios 4:13).

O ensino bíblico sobre perseverar durante as provações pressupõe que a pessoa já tenha experimentado um encontro existencial com Cristo. Aqueles que já tiveram a coragem de entregar seus pecados a Cristo, vivenciando arrependimento e fé, nunca poderão afirmar que o Senhor nos abandona. E, como Ele não nos abandonou no passado, ensina a experiência bíblica que Ele não nos abandonará nem no hoje, nem no amanhã. É uma espécie de lógica espiritual. Mas, acima de tudo, é um desafio, para aprofundar nossa confiança no poder do amor de Deus. Não é a provação que nos causa alegria: é nossa experiência com Cristo, vencedor de todas as provações do nosso passado.