Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Então, saberão que Eu sou o Senhor  |  Pr. Olavo Feijó

Ezequiel 39:28 - Então saberão que eu sou o SENHOR seu Deus, vendo que eu os fiz ir em cativeiro entre os gentios, e os ajuntarei para voltarem a sua terra, e não mais deixarei lá nenhum deles.

O chamado “cativeiro babilônico” foi revelado e comentado pelos profetas do Senhor, antes, durante e depois do episódio histórico. Um dos profetas foi Ezequiel, cuja mensagem foi pregada no decorrer do exílio. Eis uma síntese da pedagogia divina, de acordo com o escrito de Ezequiel: “Então saberão que Eu sou o Senhor seu Deus, vendo que Eu os fiz ir em cativeiro entre as nações e os tornei a ajuntar para voltarem à sua terra e a nenhum deles excluí” (Ezequiel 39:28).

De acordo com a Bíblia, só existe no universo um poder absoluto. Não existe uma entidade chamada “o bem”. Nem outra, conhecida como “o mal”. A revelação bíblica é definitiva, quando declara Deus Jeová como a fonte única da realidade, do poder absoluto e criativo. De acordo com Paulo, pecar é errar o alvo. Quando praticamos tiro ao alvo, somente existe um alvo: atingir o alvo é estar certo. Errar o alvo é estar errado. A Bíblia declara que o único alvo, que é o bem, é Deus.

Os profetas bíblicos sempre anunciaram Deus como o único Senhor. Não ter comunhão com Ele constituiria viver a maldade, viver em pecado. A história bíblica é uma relação de povos e pessoas que, apesar da revelação divina, mesmo assim decidiam não obedecer ao Senhor. E, por viverem sua própria postura, sofreram as consequências de decidirem sua vida por conta própria. Estes desvios de conduta são permitidos por Deus porque, em função da Sua pedagogia de amor, se somos sinceros e humildes, um dia nos voltaremos para Ele. A parábola do filho pródigo é um resumo de tudo isso: Deus, nosso Pai, permite cairmos até o nível dos porcos. Quando isto acontece, caímos em nós, nos arrependemos, nos levantamos e decidimos voltar para o Pai. Quando chegamos a Ele, nós O encontramos de braços abertos, pronto para nos restaurar.