Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Para Quem Olhar Sempre  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 25:15 - ¶ Os meus olhos estão continuamente no SENHOR, pois ele tirará os meus pés da rede.

Davi não foi diferente de nós, enquanto viveu em nosso mundo. Ele sempre contou com perigos e sempre recebeu a ajuda de Deus. Como ele conseguiu? Eis sua receita: “eu olho sempre para o Senhor, pois Ele me livra do perigo”.

Quando nos construiu, o Senhor nos deu os órgãos dos sentidos, desde o olho até o tato. A função deles é detectar as coisas que podem ser boas e as coisas que podem ser ruins. Bons órgãos sensoriais dão informação, mas não fornecem interpretação. A avaliação dos dados recebidos é feita por nossos recursos de percepção. A percepção varia de pessoa para pessoa, de acordo com sua história de vida. Daí a importância do ensino de Davi. Se seus órgãos sensoriais ficam focalizados apenas na provação, sua percepção espiritual não recebe dados para sobrepujar o problema.

Ao nos confessar “eu olho sempre para o Senhor”, o rei dá testemunha sobre como construir nossas atitudes: porque “Ele me livra do perigo”. É lógico que Deus tem poder para nos livrar do perigo mesmo quando não olhamos para Ele. Entretanto, conservar nossa atenção no Senhor e no Seu poder abre nosso coração, permitindo a intervenção do Senhor. A percepção de que Deus nos liberta é consequência da postura de conservar nossos olhos e nossa atenção na capacidade constante da ajuda do Senhor. Para quem devemos olhar “sempre”? Para a provação ou para o Senhor da provação? Davi sugere que nos foquemos sempre no Senhor...