Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Nosso Pavio Apenas Fumegante  |  Pr. Olavo Feijó

Isaías 42:3 - A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; com verdade trará justiça.

De acordo com Isaías, uma das funções do Servo do Senhor é a de encorajar os discípulos fragilizados, mas sinceros. “Não quebrará o caniço rachado, nem apagará o pavio fumegante” (Isaías 42:3).

Os dois discípulos de Jesus, que viajavam de Jerusalém para Emaús, não podiam estar mais desanimados. Afinal de contas, todos os seus sonhos e esperanças, quanto ao Reino de Deus, morreram na cruz, com a morte de Jesus. Estavam tão abatidos que nem conseguiram perceber o Mestre ressuscitado, caminhando ao lado deles e tentando mostrar, pelas Escrituras, que haveria ressurreição, após a crucificação.

Há momentos em nossa vida cristã que, nem lendo as promessas bíblicas encontramos encorajamento ou direção: o pavio de nossas convicções fica morre, não morre, apenas fumegante. Mesmo não sendo percebido nessas horas, o Cristo ressuscitado se apressa em nos fazer companhia, procurando nos restaurar. Quando nem Sua presença descobrimos, Ele entra na nossa intimidade e distribui Seu alimento conosco. É neste instante sagrado, quando o Senhor “dá graça”, apesar do quase apagar da nossa resistência espiritual, que a chama do Seu Espírito reacende o moribundo pavio de nossa alma. É nestes instantes que tomamos consciência da presença e da ajuda do Cristo, em nossa caminhada. Vale a pena entregar ao Senhor, mesmo apenas fumegando, o paviozinho que ainda nos resta...