Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Nossa Aliança de Paz E Compaixão  |  Pr. Olavo Feijó

Isaías 54:10 - Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão abalados; porém a minha benignidade não se apartará de ti, e a aliança da minha paz não mudará, diz o SENHOR que se compadece de ti.

O Senhor não nos promete viver em um mundo de paz e de justiça. ao descrever as maldades e as infelicidades que nos cercam o Senhor garante fazer conosco uma aliança de compaixão e paz. “Embora os montes sejam sacudidos e as colinas sejam removidas, ainda assim a Minha fidelidade para com você não será abalada, nem será removida a Minha aliança de paz – diz o Senhor, que tem compaixão de você” (Isaías 54:10).

A verdadeira paz não é o mesmo que ausência de guerra. Paz é aquela profunda tranquilidade interior, no meio de circunstâncias agressivas e desgastantes. Este é o tipo de paz garantida pelo Senhor, no meio de um mundo que odeia a paz e que só sabe construir relações de suspeita, de injustiça, de medo. A filosofia deste mundo ensina que “a melhor defesa é o ataque”. E acrescenta que “o bom inimigo é o inimigo morto”. Por tudo isso, a nossa paz não é entendida, nem vivenciada, neste nosso mundo de hostilidade, constantemente a nos agredir.

O Senhor sabe de tudo isso e, por esta razão, mandou Isaías nos dar uma mensagem desafiadora: “não será removida a Minha aliança de paz, com vocês que me amam”. É uma aliança. Por isso, diante da iniciativa do Senhor é necessária a resposta de nossa parte. Donde se conclui que, ao aceitar o pacto com Deus, temos desfio diário de praticar os exercícios da paz do Senhor. Exercícios de confiança, de ousadia, de alegria, de esperança, de amor. Repitamos, regularmente, a promessa do Senhor: “Minha fidelidade com você não será abalada”.