Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A Sinceridade Me Protege  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 25:21 - Guardem-me a sinceridade e a retidão, porquanto espero em ti.

Não é novidade que vivemos pressionados por perigos e ameaças, fora de nós e dentro de nós. O salmista compartilha conosco a melhor postura para recebermos adequadamente a proteção do Senhor. “Que a sinceridade e a retidão me protejam, porque a minha esperança está em Ti” (Salmo 25:21).

Na antiguidade, comerciantes desonestos cobriam com cera irregularidades da madeira que vendiam. Daí veio a expressão: madeira de qualidade era a “sine cerum”, isto é, a “sincera”. Sincero, portanto, deve significar sem embustes, sem tapeações, sem desonestidade. Fica clara, então, a oração do salmista. Ele descobriu que o canal de comunicação entre nós e o nosso Senhor tem que ser desobstruído, se é que queremos garantir o fluxo regular da proteção divina.

Na lista dos sentimentos e coisas que entopem nossos canais espirituais de comunhão com Deus encontramos, desde práticas enormemente escandalosas, até pequeninos atos de omissão. Quantas vezes deixamos de confessar pequenos medos e pequenas tentações, achando que seria falta de respeito para com o Senhor? É essencial, portanto, a atitude da sinceridade, do coração aberto, porque o Senhor “nunca despreza o coração quebrantado e contrito” (Salmo 51:17).