Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Corrompidos Pela Própria Corrupção  |  Pr. Olavo Feijó

2 Pedro 2:12 - Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção,

Ao comentar sobre a praga social conhecida como corrupção, Pedro nos ensina que como um mal endêmico, a corrupção nunca será debelada através de práticas pontuais. “Mas eles difamaram o que desconhecem e são como criaturas irracionais, guiadas pelo instinto, nascidas para serem capturadas e destruídas: serão corrompidos pela sua própria corrupção” (II Pedro 2:12).

A corrupção é uma grave enfermidade social porque, como diz o apóstolo Pedro, ela é praticada por “criaturas irracionais”. A sociedade depende da racionalidade, do espírito comunitário dos cidadãos. Por isso, o mínimo que uma comunidade necessita, para funcionar corretamente, é que seus alicerces naturais sejam fincados nas decisões da moralidade, do bem-estar de todos. Quando uma sociedade uma maioria que se insurge contra a ética preconizado pelo estado de direito, a estratégia de combate aos maus frutos deve dar lugar à terapia que enfrenta o mal “pela raiz”.

O coração do problema é o problema do coração, disse o general Patton. Por isso, o coração da corrupção é a corrupção do coração. A Bíblia diz que a “boca fala do que está cheio o coração” (Mateus 12:34). De igual maneira, não se pode esperar que alguém, cujo coração se corrompeu, ao ponto de viver como se o errado fosse certo, assuma práticas sociais de limpeza e de respeito às leis vigentes. Por isso, ano basta punir os useiros da corrupção. A sociedade necessita, a longo prazo, de se submeter à prática profunda da reeducação espiritual. A Bíblia declara que Deus “disciplina os filhos a quem ama” (Apocalipse 3:19). Sem o amor que disciplina, continuaremos escravos da libertinagem da corrupção.