Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A César, o que é de César  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 22:21 - E eles, ouvindo isto, maravilharam-se, e, deixando-o, se retiraram.

Os Judeus super-patriotas pregavam a atitude de não pagar impostos aos dominadores romanos. Quando perguntaram a opinião de Jesus, Ele apontou para a efígie do imperador César, que aparecia nas moedas e disse: “Dêem a César o que é de César e a Deus o que é de Deus” ( Mateus 22:21 ).

Aqueles que sonegavam impostos sempre apresentavam suas razões. “O Governo é corrupto”, O Estado não se preocupa com os pobres”, “a máquina administrativa é cara de mais”. O Mestre denuncia todas as desculpas e claramente ordena que os seus discípulos obedeçam os princípios da cidadania, condenando a sonegação.

De todos os deveres cristãos para o governo, talvez o mais sonegado é a responsabilidade de interceder pelos que estão em autoridade. Gostemos ou não, o fato é que a Bíblia nos manda orar por todos os governantes. Sonegar oração é um crime duplo : contra o Senhor, que nos ordena orar ; contra as autoridades, que perdem sustentação espiritual. Quando damos a César o que é de César, estamos dando a Deus o que é de Deus.