Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
A Iluminação Da Nova Terra  |  Pr. Olavo Feijó

Apocalipse 21:23 - E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.

O destino final dos Filhos de Deus será viver na Nova Terra. Uma das características da Cidade Santa será a ausência de astros e planetas, como nos revela o apóstolo João: “A cidade não precisa de sol nem de lua para brilharem sobre ela, pois a glória de Deus a ilumina e o Cordeiro é a sua candeia” (Apocalipse 21:23).

Apocalipse 21 completa o ciclo criado por Deus, cujo princípio é narrado em Gênesis capítulo 1. A Bíblia não se preocupa em nos explicar as razões que levaram o Senhor a criar o universo: simplesmente, ela declara que Deus criou o cosmos. E revela, como detalhe digno de atenção que “as trevas cobriam a face do abismo”. Aí, como o Senhor sempre foi a essência da luz, a primeira e necessária obra do Criador foi impor a realidade da luz sobre a existência provisória das trevas. “Haja luz – e houve luz”!

Os “filhos de Deus”, enquanto neste mundo, repetem o processo Gênesis/Apocalipse. Nesta “primeira Terra”, convivemos com o império das trevas. Todavia, como o Senhor Jesus declarou que somos o “sal da terra e a luz do mundo”, o Espírito de Cristo nos usa como instrumentos do processo de estabelecer a “Nova Terra”. Cada vez que nosso viver por aqui constituir testemunho do projeto eterno do Criador, o “Haja luz” do Senhor se repete e o cosmos anda mais um passo na direção do reino da Luz Divina.