Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Luta Interior  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 7:25 - Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.

Já no Gênesis a Bíblia nos revela, sem rodeios, que a obra do Criador, desde antes da criação, contou com a realidade do Seu poder em Cristo, para a concretização eterna da Sua vontade. Ao descrever, em termos de Sua encarnação na forma Jesus, a Bíblia nos revela, através de Paulo, a dinâmica do aperfeiçoamento dos “filhos de Deus”. Que Deus seja louvado, pois Ele fará isso por meio do nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 7:25).

O apóstolo Paulo, ao dar testemunho da dupla natureza que alimenta batalha constante, no eu interior daquele que aceita o senhorio do Cristo, não expressa nenhuma surpresa ou revolta. Cristão que, de fato, aceitou ser discípulo de Jesus, automaticamente aceitou uma vida de antagonismo constante. O não cristão não experimenta luta: ele vive satisfeito com a ausência de Deus na sua vida.

Ser cristão, diz Paulo, é introduzir no nosso eu interior a antítese do que é pecado, vida carnal, valores mundanos. Quando aceitamos a Cristo, assinamos nossa declaração de não compromisso com as coisas negativas com as quais nascemos. Apesar, porém, de ser batalha cruenta, impiedosa, a guerra em que o cristão se inscreve recebe, de Cristo, a garantia da vitória final. Cristão que descobre esta revelação nas entranhas do seu corpo e da sua alma aprende, finalmente, a descansar na vitória de antemão garantida pelo Cristo. Não é de estranhar, por isso, a explosão de Paulo: “Que Deus seja louvado”!