Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Deus Purifica O Impuro  |  Pr. Olavo Feijó

Atos dos Apóstolos 10:15 - E segunda vez lhe disse a voz: Não faças tu comum ao que Deus purificou.

Quando o apóstolo Pedro se negou a obedecer ao Senhor, quanto a comer animais rotulados de impuros pela Lei de Moisés, uma “voz lhe falou segunda vez – Não chame impuro ao que Deus purificou” (Atos 10:15).

Ao invés de nos chamar para uma longa discussão sobre o que é correto e o que não é, a Bíblia nos ensina que aquilo que Deus manda deve ser obedecido. Nosso Senhor não se sente obrigado a nos dar satisfação, quanto às Suas decisões. Todas as vezes que os escribas e fariseus questionaram os motivos de Jesus, o Mestre fez questão de mostrar-lhes Sua própria autoridade. E este, aliás, foi um dos traços que impressionavam as multidões, quando Jesus ensinava: Sua indiscutível autoridade. Não devemos confundir a longanimidade do Senhor com a realidade do Seu senhorio. Jeová é o Eu sou. Ele é a essência. É o que abre e ninguém consegue fechar. É o que fecha e ninguém consegue abrir (Apocalipse 3:7).

Santo e puro é aquilo que Deus ordena. Aquilo que Deus ordena não está aberto a discussões. Diante daquilo que o Senhor manda, só nos resta obedecer. A beleza da obra do Espírito de Cristo em nós é a alegria que Ele nos infunde, quando aceitamos fazer a Sua vontade. À vontade incompreensível de Deus nós damos o nome de absurdo – porque ela desafia nossos critérios humanos de lógica. Ao salto absurdo de aceitar a Cristo a Bíblia chama de fé. A vida absurda de obedecer as ordens do Senhor recebe da Bíblia o nome de discipulado. A pureza espiritual que trabalha no arcabouço da minha vida nada mais é do que a essência perfumada do Espírito de Cristo que habita em mim!