Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Pedir Pressa É Permitido  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 22:19 - Mas tu, SENHOR, não te alongues de mim. Força minha, apressa-te em socorrer-me.

Após descrever, com imagens vives e fortes, a intensidade do seu sofrimento, Davi acha perfeitamente natural fazer uma oração bem específica, pedindo solução divina: “Tu, porém, Senhor, não fiques distante! Ó minha força, vem logo em meu socorro” (Salmo 22:19).

O Salmo 22 é reconhecido como “messiânico”. Na Sua agonia na cruz, Jesus grita o mesmo clamor – Deus Meu” Por que Me desamparaste? – No caso de Jesus, o que Deus estava fazendo era exterminar, para a eternidade, tudo aquilo que não se submetesse a Ele. No caso de Davi e no nosso caso, a ideia de que o Senhor esteja nos desamparando não passa de uma deslavada mentira de Satanás. “Aquele que vier a Mim, de modo nenhum Eu o lançarei fora” (João 6:37).

A afirmação do apóstolo Paulo pode ser aceita como a resposta definitiva da Bíblia, quando perguntamos a razão de sofrermos injustiças e humilhações: “Deus faz contribuir todas as coisas, conjuntamente, para o bem daqueles que O amam, daqueles que foram chamados de acordo com o Seu propósito” (Romanos 8:28). Talvez nosso grande problema seja nossa incompetência para entender a lógica da revelação bíblica. Principalmente quando queremos para anteontem aquilo que Deus programou para recebermos amanhã. Enquanto o amanhã de Deus não chega é perfeitamente legítimo clamar como o salmista, “ó minha força, vem logo em meu socorro”!