Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Não É Qualquer Vitória  |  Pr. Olavo Feijó

1 Coríntios 15:57 - Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.

Como definimos “vitória”? existe vitória falsa ou vitória genuína? O apóstolo Paulo define o tipo de vitória que está reservada para os cristãos: “Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (I Coríntios 15:57).

O tipo de vitória que a Bíblia nos promete está envolvida no contexto da morte e da vida. Tanto a morte quanto a vida recebem uma explicação completa de Paulo, quando escreveu a sua Primeira Carta aos Coríntios. A morte tem a ver com as leis que regem nosso “corpo natural... e corruptível” (v. 44. 53). No contexto da morte, as vitórias do corpo natural significam as derrotas do “corpo espiritual”. Para garantir derrotas espirituais, basta que nos desliguemos do Senhor e vivamos de acordo com os prazeres garantidos por este mundo.

A vitória no contexto da “vida’ começa, na verdade, com uma experiência de morte. Este binômio morte/vida, explica Paulo, foi resolvido por Cristo Jesus. Ao assumir as limitações do “corpo natural”, o poder divino de Jesus mata a essência da morte e estabelece a essência da vida. Quem aceita Jesus como o Cristo recebe a essência de uma “nova criação” (II Coríntios 5:17). Por isso, conclui Paulo: “Mas se Cristo está em vocês, o corpo está morto, por causa do pecado, mas o espírito está vivo por causa da justiça” (Romanos 8:10). Esta, então, é a vitória definitiva: aquela que é “por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”!