Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Quando Comer Um Livro  |  Pr. Olavo Feijó

Ezequiel 3:3 - E disse-me: Filho do homem, dá de comer ao teu ventre, e enche as tuas entranhas deste rolo que eu te dou. Então o comi, e era na minha boca doce como o mel.

Há tarefas que Deus nos manda cumprir que nada têm de razoável. Quando o Senhor mandou Ezequiel pregar ao povo, disse a ele o que já dissera a Jeremias – os ouvintes não vão se comover com a verdade mandada pelo Senhor. No caso de Ezequiel, entretanto, a coisa ficou mais estranha. Deus apresentou ao profeta um rolo de pergaminho cheio de “lamentações, suspiros e ais. “Após a leitura do livro, veio a ordem divina: filho do homem, dá de comer ao teu ventre e enche as tuas entranhas deste rolo que Eu te dou. Então o comi e era na minha boca como o mel” (Ezequiel 3:3).

A Bíblia contém uma respeitável coleção de estratégias usadas por Deus ou ensinadas por Ele. Há o caso das parábolas, por exemplo. Jesus as contou porque não havia chegado a hora do Seu sacrifício na cruz. De igual maneira, em nossa vida, há mensagens que o Senhor nos dá, cujo significado somente compreendemos depois de algum tempo.

A questão de nossa obediência às instruções do Senhor pode ser assim resumida: nossa reação adequada não deve ser a de pedir explicações ao Senhor. Nossa postura de servos e de filhos permite examinar as Escrituras, para ter certeza de que ouvimos mesmo a ordem recebida. Uma vez confirmada a missão do Senhor, o bom senso espiritual manda que sigamos, à risca, a orientação divina. Por mais que nos pareça esquisito, se Ele tiver mandado mesmo, nosso negócio é comer o livro...