Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O Custo De Ter Prejudicado Os Outros  |  Pr. Olavo Feijó

Lucas 19:8 - E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.

Zaqueu era bem conhecido e odiado, em função da maneira corrupta com que exercia seu cargo de cobrador de impostos para o imperador romano. Após receber Jesus em sua casa e mais ainda, no íntimo de sua alma, Zaqueu espontaneamente, prometeu ao Mestre: “Escute, Senhor, eu vou dar a metade dos meus bens aos pobres. E, se roubei alguém, vou devolver quatro vezes mais” (Lucas 19:8).

A declaração de Zaqueu foi tão tipicamente cristã, que o Senhor afirmou – “hoje a salvação entrou nesta casa...” (v.9). Em que Jesus se baseou para uma afirmação categórica? E nós – que lições podemos aprender deste episódio?

Dentre outras possíveis coisas, a declaração de fé de Zaqueu, o ladrão confesso, nos ensina que Cristo, ao restaurar nossa alma, também modifica nosso comportamento. O pecado, quando nos domina, nos leva a prejudicar os outros – quer saibamos, quer não. A salvação em Cristo, ao nos libertar da nossa conduta egoísta e exploradora, gera dentro de nós uma necessidade de justiça. O amor de Cristo nos leva a corrigir o mal que causamos nos outros. Sentimos a obrigação de indenizar. De pedir perdão. De agir corretamente. Zaqueu é um bom modelo.