Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
As Promessas E O Tempo De Deus  |  Pr. Olavo Feijó

2 Pedro 3:8 - ¶ Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.

O apóstolo Pedro, pretendendo nos explicar os planos do Deus eterno, usa a seguinte imagem: “Meus queridos amigos, não esqueçam isto: para o Senhor um dia é como mil anos e mil anos, como um dia” (II Pedro 3:8).

Após nossa ressurreição, viveremos na dimensão da vida eterna. Até lá, o tempo é o grande complicador, em nossa relação com Deus. É por causa do nosso tempo que geramos a impaciência, a ansiedade, o estresse. Aprisionados na nossa percepção temporal, temos dificuldade em conviver com a comunicação do Senhor, que Ele cultiva em termos de eternidade. Com paciência e com amor, o Senhor tolera a nossa impaciência e não se cansa de Se revelar.

Uma das formas que a Bíblia nos ensina, no nosso aprendizado da eternidade, é nos comunicando as promessas de Deus. Por isso, Pedro acrescenta: “O Senhor não demora a fazer o que promete, como alguns pensam” (3:9). Infelizmente, tendemos a não crer nas promessas do Senhor, porque elas não se cumprem no tempo que calculamos. Elas se cumprem, porém, no momento em que nossa maturidade espiritual consegue perceber os atos do Senhor. As promessas da Bíblia são a pedagogia divina, para trocar a nossa ansiedade pela atitude de descansar no Senhor.