Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Só Deus Deve Julgar  |  Pr. Olavo Feijó

Tiago 4:12 - Há só um legislador que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?

A Bíblia não usa termos diplomáticos quando se trata de pessoas. Julgar é uma prerrogativa divina. Quem se atreve a julgar está usurpando um direito que somente pertence ao Senhor. “Deus é o único que faz as leis e o único Juiz” (Tiago 4:12).

Tiago toca logo no ponto essencial: “quem você pensa que é, para julgar os outros?^” (cap. 4:12). Julgar o próximo é um crime de lesa divindade. A questão é tão séria que Judas nos manda não ignorar “os anjos que não ficaram dentro dos limites da sua própria autoridade, mas abandonaram o lugar onde moravam” (Judas v. 6). Nem os anjos receberam o direito divino de julgar.

Quando caímos na tentação de julgar o outro, é essencial seguir o ensino e o exemplo de Jesus Cristo: “Se alguém ouvir a Minha mensagem e não a praticar, Eu não o julgo. Pois Eu vim para salvar o mundo e não para julgá-lo” (João 12:47). Somos testemunhas de Cristo. Logo, damos testemunho Dele quando não julgamos. Mas, ao vermos o erro de alguém, orar por ele. Por uma questão de amor, de amor a Deus e de amor ao próximo, evitemos julgar.