Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
O Evangelho Nos Dá Liberdade  |  Pr. Olavo Feijó

Tiago 1:25 - Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.

É possível uma pessoa sentir-se livre e, ao mesmo tempo, submeter-se ao Evangelho de Cristo? Tiago diz que sim: “O Evangelho é a lei perfeita que dá liberdade às pessoas. Se alguém examina bem essa lei e não a esquece, mas a põe em prática, Deus vai abençoar tudo o que essa pessoa fizer” (Tiago 1:25).

A definição mais simples e mais profunda de liberdade afirma que “ser livre é tomar decisão, conscientemente”. Aceitar o senhorio de Jesus Cristo é um exemplo concreto de assumir a liberdade. Tiago vê três passos, nesta decisão. Primeiro: “examinar bem”, sem superficialidade. Segundo: “não a esquece”, isto é, seus princípios estão presentes, em todas as circunstâncias. Terceiro: “põe em prática”: age coerentemente, consequentemente.

Após enunciar os três passos da liberdade vividos na decisão cristã, Tiago conclui: “Deus vai abençoar tudo o que essa pessoa fizer”. Por que? Porque escolher obedecer a Deus é um ato conjunto do nosso espírito capacitado pelo Espírito de Cristo. Logo, cumprindo Sua própria promessa – “Eu venci o mundo” – Cristo garante-nos Sua vitoriosa bênção, durante todo o tempo de nossa submissa comunhão com Ele. Jesus Cristo é enfático: “Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará”. (João 8:32).