Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Sonhadores, No Projeto Divino  |  Pr. Olavo Feijó

Gênesis 41:38 - E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um homem como este em quem haja o espírito de Deus?

Sonhar foi um dom que o Senhor atribuiu a José, filho de Jacó. Em função da interpretação dos sonhos do faraó, José foi elevado à mais alta posição administrativa do reino: “E o rei lhes disse – Não podemos achar ninguém melhor para dirigir o país do que José, um homem em que está o Espírito de Deus” (Gênesis 41:38).

Para muitos, o adjetivo sonhador descreve uma pessoa desligada da realidade, sem visão prática da vida, de difícil comunicação. Na Bíblia, o sonho é um dos meios usados por Deus para dar revelações, orientação e segurança. Usando a interpretação dada pelos escritores do Novo Testamento, sonhar é um dos dons de Deus. Se aceitamos esta definição, entendemos adequadamente o sonhador José. Foi sua fidelidade ao recurso que o Senhor lhe deu que elevou José à mais alta posição no reino, testemunhando o poder de Deus aos egípcios do seu tempo.

Por consequência, temos que aceitar que, mesmo nos dias de hoje, o Senhor usa sonhos para capacitar Seus líderes e profetas. Como sempre vemos na Bíblia, há os falsos profetas e os falsos sonhadores. A recomendação bíblica é a de que devemos testar os sonhadores, tanto quanto testamos os pregadores. A visão deles tem que se harmonizar com o ensino contextual da Bíblia. E, além disso, os dotados de sonhos do Senhor não são vaidosos, egocêntricos, aproveitadores. Graças a Deus pelos Josés de hoje. Oremos por eles.