Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Boas Intenções Podem Não Ser De Deus  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 1:19 - Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.

Maria era noiva de José. Os dois eram pessoas corretas e cumpridores da Lei. Quando soube que a noiva estava grávida, “José, com quem Maria ia casar, era um homem que sempre fazia o que era direito. Ele ao queria difamar Maria e por isso resolveu desmanchar o contrato de casamento sem ninguém saber” (Mateus 1:19).

A intenção de José foi a melhor possível. Ele achou que cumpriria dignamente a sua religião, desfazendo o noivado. Na cabeça dele, Maria não seria difamada e todo mundo ficaria bem. Seu plano era tão bom que ele foi deitar e logo pegou no sono. Foi aí que, num sonho, um anjo do Senhor desfez a ótima estratégia de José e lhe encorajou a casar com Maria e adotar seu filho, fruto do poder do Espírito Santo. O projeto do Senhor, bem diferente da solução humana de José, garantiu o cumprimento das profecias e nos deu o nascimento do Messias.

Nossas intenções, por melhores que sejam, podem não concordar com os projetos do Senhor para a nossa vida. E isto, muitas vezes, nos desaponta. Afinal, para que serve a inteligência que Deus nos deu? Nós, cristãos de hoje, fazemos parte de um sem número de bons crentes, que viram seus planos não receberem a aprovação divina. Tudo isso é para nos levar a apresentar nossas intenções e projetos para Deus. De uma forma ou de outra, o Senhor nos orienta... Com anjo ou sem anjo, durmamos em paz que a solução chegará.