Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Leão ou Crocodilo?  |  Pr. Olavo Feijó

Ezequiel 32:2 - Filho do homem, levanta uma lamentação sobre Faraó, rei do Egito, e dize-lhe: Eras semelhante a um filho do leão entre as nações, mas tu és como uma baleia nos mares, e rompias os teus rios, e turbavas as águas com os teus pés, e pisavas os teus rios.

Ezequiel chama a nossa atenção para a importância de nos percebermos através dos olhos divinos. Ele o faz relatando a descrição realista que Jeová revelou sobre o rei do Egito: “Diga-lhe isto – Você age como um leão no meio das nações, mas parece mais um crocodilo nadando e agitando a água do rio. Com as suas patas, você turva a água e suja os rios” (Ezequiel 32:2).

Nosso senso de realidade e nosso modo de agir são uma consequência da qualidade de nossa auto superação. Quando nos julgamos incompetentes, agimos com timidez e de maneira defensiva. Excesso de confiança, por outro lado, pode levar-nos a ousadias acima da nossa real capacidade. O triste fim do rei do Egito, de acordo com o profeta Ezequiel, viria como resultado da sua miopia espiritual e política. Em sua fantasia de monarca, julgava-se forte e líder como um leão. Entretanto, na avaliação realista do Senhor, o rei do Egito, nos seus valores e na sua conduta, agia como o crocodilo, escondido no lamaçal dos rios, nadando, agitando e sujando as águas...

Jesus Cristo é o “leão de Judá”, dando-nos Sua força, liderança e proteção. Quando O rejeitamos, em favor de nossa autopercepção equivocada, passamos a viver estabanando as águas, turvando e sujando os rios de nossa vida. Leão ou crocodilo? O alerta da Bíblia nos encoraja a abandonar os valores escusos e a conduta traiçoeira de uma autopercepção sem Deus. Vale a pena aceitar o modo como o Senhor nos percebe e adotar a atitude de “herdeiro de Deus e co-herdeiros com Cristo” (Romanos 8:17).