Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Cegueira E O Poder De Deus  |  Pr. Olavo Feijó

João 9:3 - Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.

Ao ver um cego de nascença, os discípulos de Jesus fizeram uma pergunta, que refletia a teologia popular entre os judeus: quem pecou – seus pais ou ele? “Jesus respondeu – Ele é cego, sim, mas não por causa dos pecados dele nem por causa dos pecados dos pais dele. É cego para que o poder de Deus se mostre nele.” (João 9:3).

Parece, às vezes, que os religiosos retiraram da Bíblia o livro de Jó. Ainda hoje, muitos membros de igreja continuam afirmando que as doenças e as provações acontecem como um castigo para os pecadores. Ao invés de orar e amparar os cristãos em sofrimento, agimos como os “amigos” do antigo patriarca, somente citando textos bíblicos de denúncia de pecado e de acusações – “suas provações são o fruto das sementes do pecado em sua vida!”

A resposta de Jesus reflete o Espírito do Senhor, que inspirou o autor do livro de Jó. Deus é soberano sobre todos e sobre tudo. O Senhor usa o que bem entende, para que Sua providência se cumpra. Ele usou o imperador Ciro, o faraó do Egito, a mula de Balaão, a morte de Lázaro... Os desígnios do Senhor continuam os mesmos. Ele sempre tem uma bênção para nós – seja através de uma promoção no emprego, seja através das lágrimas de uma enfermidade. Nossa visão ou nossa cegueira são permitidas para que “o poder de Deus se mostre” em nós.