Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Recebemos Ajuda Para Dar Ajuda  |  Pr. Olavo Feijó

2 Coríntios 1:4 - Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.

Paulo experimentou muitas provações em Corinto e na província da Acaia. Com os sofrimentos, porém, foi sempre amparado e sustentado pela ajuda divina. Por isso, ele concluiu: “Ele nos ajuda em todas as nossas aflições para podermos ajudar os que têm as mesmas aflições que os temos. E nós damos aos outros a mesma ajuda que recebemos de Deus.” (II Coríntios 1:4).

Paulo entendeu a história da Revelação. O Senhor veio à Terra nos salvar porque somos falhos e essencialmente frágeis. Porque somos pecadores até o cerne. E o que quer que tenhamos de saudável pertence, exclusivamente, totalmente, ao amor de Cristo em nós. É a nossa vaidade humana e nossa humana ignorância que nos fazem acreditar que temos algum mérito espiritual. E mais, que a graça divina veio só para nós e que deve parar em nós.

Somos meros canais de comunicação da graça amorável de Deus. Ele nos ajuda, para que transmitamos Sua ajuda. Tirando a graça divina, o que nos sobra é o “espinho na carne”. Ao reconhecer que somos realmente fracos, em nós se aperfeiçoa a força do Cristo. Porque continuamos frágeis e abertos ao pecado precisamos, vinte e quatro horas por dia, da força divina que impede a nossa morte. Graças a Deus porque o Espírito de Cristo nos ajuda. E que recebemos ajuda para ajudar “os que têm as mesmas aflições que nós temos”.