Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Árvore Na Margem do Riacho  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 1:3 - Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.

O Livro dos Salmos é um devocionário, para os exercícios espirituais regulares do cristão. Por isso, seu primeiro Salmo descreve com clareza quais devem ser as características dos seus leitores. Eis o que ele diz, no verso 3: Essas pessoas são como árvores que crescem na beira de um riacho....” (Salmo 1:3).

O simbolismo botânico é simples e profundo em seu significado. Em uma árvore, o tronco, os galhos, as folhas, as flores e os frutos, tudo depende irrevogavelmente das raízes. E em que as raízes estão fincadas, para a saúde, a beleza e a funcionalidade da árvore. A árvore e os frutos da nossa vida cristã somente funcionam quando nossas raízes pessoais foram lançadas no território do corpo de Cristo, alimentando-se da energia poderosa do seu Espírito.

Por que será que ousamos a aventura de plantar nossas árvores cristãs nos terrenos insalubres dos mega templos marketeiros? Por que teimamos em caprichar nos louvorzões, nos quais repetimos tanto os refrões gospel ao ponto de que, na segunda-feira, não sabemos como testemunhar, diante do realismo “não gospel” da incredulidade dom mundo? Nosso problema é uma questão de raízes. De raízes no rio da vida, onde podemos beber da água viva que Cristo nos oferece. Os cristãos que ousam fazê-lo, assim são descritos pelo salmista: “felizes são aqueles...”