Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Para nos ensinar  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 15:4 - Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança.

A carta aos Romanos pode ser considerada como o mais profundo comentário teológico da pessoa e dos ensinos de Jesus, dentro do contexto da história da revelação feita por Deus. Nos capítulos 14 e 15, o assunto é tolerância para com os mais fracos espiritualmente. As Escrituras, diz o Apóstolo, não discriminam e, igualmente, ensinam os sábios e os ignorantes, os santos e os pecadores: “Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar”. (Romanos 15:4).

Já nos Evangelhos, o Senhor orou publicamente, dando graças ao Pai por estar revelando Sua salvação aos humildes e despojados. Por outro lado, não há texto bíblico impedindo os ricos e os sábios de serem ensinados pelas Escrituras. A motivação do ensino bíblico se encontra na graça divina, que nos ama “sendo nós ainda pecadores”.

O limite de nossa aprendizagem bíblica se encontra dentro de nós mesmos. O próprio Senhor nos denuncia: “Meu povo cometeu dois pecados- abandonou a Mim, fonte de águas vivas e cavou para si cisternas, cisternas rotas que não retém as águas”. Ninguém realmente aprende a Bíblia enquanto insiste em misturar revelações divinas com doutrinas meramente humanas. Nossas teologias pessoais não passam de “cisternas furadas”. Se humildemente quisermos, a Bíblia nos ensinará, pela ação do Espírito.