Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Samaria não existe?  |  Pr. Olavo Feijó

João 4:35 - Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa.

Jesus saiu da Judéia, com o objetivo de pregar na Galiléia. Em Sicar, Seus discípulos se admiraram ao vê-lo evangelizar uma mulher estrangeira. O Mestre aproveitou o evento para evangelizar Seus discípulos: “Vocês não dizem – daqui a quatro meses haverá colheita? – Eu lhes digo: abram os olhos e vejam os campos! Eles estão maduros para a colheita.” (João 4:35).

Muitos de nós concordariam com os discípulos. O objetivo da viagem não era pregar na Galiléia? “Se era, então o negócio não deveria ser gastar energia pelo caminho, evangelizando os samaritanos da vida.” Daí o fato de vermos, até hoje, igrejas numericamente grandes gastando dinheiro com missionários no exterior, enquanto seus próprios vizinhos permanecem sem nenhuma visita ou testemunho de Cristo...

O episódio da mulher samaritana nos chama a atenção para o perigo dos extremos. Há o exagero de só trabalhar para os outros lugares e esquecer da própria vizinhança. Como há o extremo de só pensar no aqui e agora, perdendo a visão do que está mais além. Os exemplos são muitos. Como o das pessoas que querem garantir seu futuro e não veem a necessidade de interagir com os amigos do dia de hoje. Nosso sentimento de amor, para ter futuro, tem que se alimentar de nossa conduta de amor do dia de hoje, com os conhecidos ao redor. Nosso entorno está sempre maduro, convidando-nos para interagir. É preciso não esquecer que entre a Judéia e a Galiléia existe Samaria. E que Samaria também faz parte da nossa vida cristã.