Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Sofrimento Agora, Glória Futura  |  Pr. Olavo Feijó

Romanos 8:18 - Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

Paulo escreve para aqueles que, como nós, ficam desanimados com os sofrimentos vividos aqui neste mundo: “Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.” (Romanos 8:18).

O problema do sofrimento do crente é um assunto que percorre a Bíblia inteira. Tem opinião para todos os gostos e predileções teológicas. Um estudo detalhado e meticuloso do ensino geral da Palavra sobre os desígnios divinos lança alguma luz sobre o tema. Desse estudo, uma das possíveis conclusões é a de que o Senhor planejou transformar alguns seres humanos em filhos Dele. O processo transformador e aperfeiçoador tem usado como instrumento novas provações e os sofrimentos. Até chegarmos aos céus, onde alcançaremos a “estatura do varão perfeito, em Cristo Jesus nosso Senhor”, teremos que “passar por muitas provações”.

É aqui que se encaixa a garantia da expressão da glória Divina em nós. Uma das possíveis interpretações da “glória que em nós será revelada” diz que ela é a concretização da “imagem e semelhança” em nós. Escrevendo aos Coríntios, Paulo afirma que então “conheceremos assim como somos perfeitamente conhecidos”. Não que seja fácil compreender ou aceitar, mas a experiência real de todos aqueles que aceitaram e aceitam as promessas do Senhor é unânime: a presença do Espírito de Cristo em nós é o fator do nosso aperfeiçoamento e santificação. É a glória do Senhor revelada em nós. Que será completa na eternidade – mas que nos dinamiza aqui e agora, no meio dos sofrimentos.