Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Agora, Te Vejo Com Meus Olhos  |  Pr. Olavo Feijó

42:5 - Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos.

O próprio Senhor testemunhou sobre a vida de Jó: Ele o classificou como “justo”. Entretanto, foi somente depois de uma provação intensa, permitida pelo Senhor, que Jó admitiu: “Antes, eu Te conhecia só por ouvir falar. Mas agora eu Te vejo com os meus próprios olhos.” (Jó 42:5).

O livro de Jó tem um objetivo muito claro, desde o seu início. A partir do primeiro capítulo, o Senhor permite que Jó seja sacudido por Satanás. E as provações todas, por mais dolorosas que fossem, foram usadas pelo Senhor para o desenvolvimento espiritual do grande patriarca. O tema do livro continua apropriado para nos ensinar. A soberania do Senhor não tem limites. Satanás é subordinado ao poder do Senhor. E, desde sempre, Deus “faz contribuir todas as coisas para o bem daqueles que O amam”.

Ver a Deus “com os próprios olhos” significa ter experiência pessoal com o Senhor. Cristo não nos quer frequentando igreja só “por ouvir falar”. A proposta do Senhor para nós é “amor, com obediência”. A promessa do Senhor para conosco é: a Minha “misericórdia dura para sempre”. Tiago certamente se referia ao ensino do livro de Jó, quando afirmou: “Meus irmãos, sintam-se felizes, quando passarem por todo tipo de provações”. O Deus de Jó é o mesmo Senhor de nossa vida: soberano, justo e abençoador.