Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Uma Parte Separada Para Deus  |  Pr. Olavo Feijó

Ezequiel 45:1 - ¶ Quando, pois, repartirdes a terra em herança, oferecereis uma oferta ao SENHOR, uma porção santa da terra; o seu comprimento será de vinte e cinco mil canas e a largura de dez mil. Esta será santa em toda a sua extensão ao redor.

Vivendo no exílio babilônico com seu povo, o profeta Ezequiel descreve revelações que recebeu sobre a restauração do povo escolhido. Em uma delas, enfatiza parte da terra a ser usada para o templo, para lembrar ao povo que certas áreas serão exclusivas do Senhor. “Quando a terra foi dividida entre as tribos, uma parte deverá ser separada para Deus, o Senhor.” (Ezequiel 45:1).

Em vários textos da Bíblia o Senhor deixa bem claro que Ele é o dono de todas as coisas. E de que Ele não precisa de nada, nem da ajuda de ninguém. “Minha é a prata e meu é o ouro, diz o Senhor”. É Ele que faz chover, assim como é Ele também que causa a sequidão. Apesar de tudo isso, a Bíblia se apressa em afirmar que “Deus amou o mundo...” E que Ele se ocupa da Terra e dos seus habitantes, chegando até a criar os humanos “à Sua forma e à Sua semelhança”!

O Senhor da Bíblia, porém, não se limita a generalidades. A revelação bíblica quebra os paradigmas das religiões humanas. E é nos escritos do Novo Testamento que o Senhor explicita seu desejo de ter “filhos” espirituais. Pessoas que O aceitem livremente como Pai, exercitando sua fé no Cristo encarnado Jesus. É neste contexto que o Senhor proclama o objeto maior de Sua exclusividade: “dá-me, filho meu, o teu coração”. Nosso coração, nossa alma, nossa vida – é este território sagrado de nós mesmos que “deve ser separado para Deus, o Senhor. Porque é no Seus filos que Seus verdadeiros templos são construídos: “o vosso corpo é o templo do Espírito Santo”. Porque somos “santos”, somos separados para Deus.