Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Confiança Nas Próprias Riquezas  |  Pr. Olavo Feijó

Provérbios 11:28 - ¶ Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a folhagem.

Nunca uma lição o Livro dos Provérbios foi tão atual, globalmente: “Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a rama.” (Provérbios 11:28).

Assim como dominós enfileirados, que vão caindo à medida que seus antecessores caem, assim foram abaladas as riquezas contemporâneas dos países ditos desenvolvidos. As riquezas dos grandes ricos sempre foram avaliadas como indestrutíveis. Em pouco tempo, o tombo das super riquezas abalou o mundo. De modo que, hoje, o conceito de segurança econômica e financeira vem sofrendo críticas e reavaliações. Alguns comentaristas começam a falar em décadas, antes da estrutura das riquezas do mundo ser consertada.

Ao referir-se a “ajuntar tesouros nos céus” o Senhor traz à discussão a qualidade existencial e real das riquezas. Ouro, dólar, ações da bolsa, debêntures, imóveis – uma após outra, todas as garantias tradicionalmente respeitadas “na Terra” entraram em colapso. Riquezas investidas no bem social, direta ou indiretamente inspiradas no “amai-vos uns aos outros”, estão florescendo e frutificando. Aumentam as estatísticas de problemas cardíacos entre os gerentes das grandes fortunas. O que confirma a Bíblia: “onde estiver o teu tesouro, aí estará teu coração”. Quando o tesouro vai à falência, segue-se a falência do coração. Vale a pena, então, levar a sério o convite do Senhor: “dá-me, filho meu, o teu coração”. Riqueza espiritual garantida, coração garantido.