Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Comeremos da Árvore da Vida  |  Pr. Olavo Feijó

Apocalipse 2:7 - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus.

De acordo com o Apocalipse, Cristo mandou cartas a sete igrejas, na Ásia. No final da carta endereçada ao “anjo da igreja em Éfeso”, diz o Senhor: “Ao vencedor darei o direito de comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus.” (Apocalipse 2:7).

“Comer da árvore da vida” foi um privilégio negado aos seres humanos que se separaram do Senhor, de acordo com Gênesis. O plano eterno do Senhor, entretanto, estabelecera as condições necessárias e suficientes para o partilhar da “árvore da vida”. Essas condições ficaram explicitadas no Evangelho de João: “aos que creram no Seu nome deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus”. Para “comer da árvore da vida”, então, é preciso ser “vencedor”, isto é, é preciso crer no nome de Jesus Cristo e permanecer vivenciando a vida vitoriosa que somente Cristo nos dá.

É uma pena quando vivemos com anemia espiritual, negligenciando Cristo, cuja comunhão nos fornece “água da vida” e o “pão da vida”. Isso acontece quando agimos como o “anjo da igreja em Éfeso”, que deixou o “o seu primeiro amor”. O primeiro amor é o único amor. Ele não deve ser negligenciado. O alerta de Jesus nos manda lembrar “de onde caímos, de modo a praticarmos as primeiras obras”. Quando praticamos esse retorno à comunhão com Cristo, recebemos Dele Sua vitória. Vitória que é para sempre, que vai até a eternidade. Por isso, disse o Senhor: “Ao vencedor, darei o direito de comer da árvore da vida”.