Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Temos Medo da Maldade Humana?  |  Pr. Olavo Feijó

Hebreus 13:6 - E assim com confiança ousemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei O que me possa fazer o homem.

No final do seu livro, ao escrever as “últimas exortações”, diz o Autor de Hebreus: “O Senhor é o meu ajudador – não temerei o que me possa fazer o homem” (Hebreus 13:6).

É o próprio Senhor Jesus quem nos adverte: “Sede simples como as pombas e prudentes como as serpentes”. A luz deste ensino, não temer a maldade que o homem possa me fazer não deve ser interpretado como ignorar “o que me possa fazer o homem”. O Senhor nos ensina a ser vigilantes, conscientes, cuidadosos. Viver como se não estivéssemos cercados por maldade é, no mínimo, ingenuidade espiritual.

“Ser simples como as pombas”, entretanto, não é lá coisa tão fácil de aprendermos. As pombas aprendem a confiar naquele que as alimenta e protege. Elas se aproximam confiantemente e comem das suas mãos. Só que as duas coisas são necessárias. Primeiro, é essencial aprender que o meu ajudador é o Senhor. Confiar no poder soberano do Senhor é mais do que importante – de fato, é coisa essencial. Por outro lado, porém, mesmo não ignorando o mal que as pessoas podem nos causar, é preciso crer que elas são limitadas. Limitadas pelo poder da proteção do Senhor. Limitadas pela soberania e pela sabedoria do Senhor. Limitadas pela força incompreensível do amor e da graça do Senhor. Em pleno sofrimento das maldades causadas pelo homem, nunca nos esqueçamos de que “o Senhor” é o nosso ajudador.