Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Talento Enterrado  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 25:25 - E, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.

Na “parábola dos talentos”, foi censurada a pessoa que, imobilizada pelo medo de perder, escondeu o talento que recebera e não o desenvolveu: “Portanto, escondi o talento na terra...” (Mateus 25:25).

Nos nossos relacionamentos, como em todas as outras dimensões da vida, talento que não é cultivado vai se definhando. Já diziam os antigos professores de biologia: a função faz o órgão.

Quando não existe confiança mútua e cooperação em nossas relações com os outros, a tendência é a de se construir condutas negativas como o medo, o engano, a dissimulação e a não revelação das verdadeiras intenções. Com isso, por mais bem intencionado que tenha sido o início do relacionamento, seu destino será a ruína.

Pessoas nos atraem pelos talentos e características que descobrimos nelas. Quanto mais honestidade e boa vontade investimos de nossa parte, mais os talentos são encorajados a se expressar e a se desenvolver. Talento enterrado morre. Talento encorajado desenvolve-se e produz ótimos frutos.