Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Cristo, a casa do Senhor  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 122:1 - ¶ [cântico dos degraus, de Davi] Alegrei-me quando me disseram: Vamos á casa do SENHOR.

Para o rei Davi, casa do Senhor era o Tobernáculo em Jerusalém. Daí cantar no seu salmo: “Alegrei-me quando me disseram: vamos à casa do Senhor” (Salmo 122:1).

Davi, na sua religião, expressava a cultura Teológica do seu tempo – quanto mais importante a divindade, mais importante era o seu templo. Respeitar o tempo significava respeitar o deus colocado dentro dele. Logo, ir para o templo era o mesmo que ir até deus.

Quando questionada pela samaritana, Jesus deu-lhe uma resposta tão inesperada, quanto definitiva: o Senhor, porque “espírito e verdade”, não está limitado a casas ou templos. Desenvolvendo esta revelação feita por Cristo, o Apóstolo Paulo diz aos colossenses, sobre o Messias: “nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade”. Por isso, a oração fervorosa de Paulo pelos efésios foi “para que Cristo habite pela fé em vossos corações...” Para aqueles que aceitam que “Cristo é tudo em todos”, igreja não é templo, nem o Senhor se limita a igrejas enquanto instituições ou construções. De acordo com este contexto, revelado pelo Filho Unigênito do Pai, “igreja é o corpo de Cristo”. O cristão, portanto, tem o privilégio de não precisar ir “à casa do Senhor”. Entretanto, tem a responsabilidade de “não extinguir o Espírito” que Cristo nos concedeu. Para o cristão, Cristo é a casa do Senhor – alegria é viver em comunhão com Ele. Todos os dias, em qualquer lugar.