Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Meu Cordeiro e Meu Pecado  |  Pr. Olavo Feijó

João 1:29 - ¶ No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.

A missão específica de João Batista foi a de identificar Jesus como sendo o Messias, prometido há séculos pelo Senhor. “No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29).

Para o profeta Isaías, a definição de pecado é abrangente: pecado é tudo aquilo que nos separa de Deus. Esta definição é importante, porque todo o contexto bíblico nos ensina que o ser humano foi cuidadosamente estruturado de modo a conviver com o Criador de maneira a somente funcionar adequadamente com o cultivo desta comunhão, por implicar um desligamento da Fonte da energia espiritual, causa a morte. No Antigo Testamento, para ensinar dramaticamente a essencialidade da recuperação da vida destruída pelo pecado (separação), a Lei instituiu a morte sacrificial de um cordeiro. Cada pecado exigia a morte de mais um animal.

O Evangelho de João, ao revelar que Jesus é o Cristo, o Cordeiro de Deus, nos ensina que Jesus Cristo é a restauração definitiva da ponte Deus/homem, que o pecado humano destrói. Só que, em Cristo, o veneno fatal do pecado é destruído de forma definitiva, eliminando as mortes constantes de cordeiros. Sem nossa decisão, pela fé, de viver em Cristo, não ocorre a restauração de nossa comunhão diária com o Senhor. Que começa neste mundo e continua por toda a eternidade.