Ordem Alfabética: A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z   #
Bênçãos para os Humildes  |  Pr. Olavo Feijó

1 Pedro 5:5 - ¶ Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.

Foi com Jesus que o Apóstolo Pedro aprendeu o valor espiritual da humildade – no Sermão do Monte, o Mestre declarou “bem-aventurados os humildes”. Depois de muitos anos de experiência cristã, Pedro descobriu que “... Deus concede bênçãos especiais àqueles que são humildes, mas se opõe àqueles que são orgulhosos” (I Pedro 5:5).

Ser humilde, de acordo com o contexto bíblico, nada tem a ver com subserviência, com rebaixamento, com “humilhação”. Escrevendo aos Romanos, Paulo diz que ser humilde é ser “honestos na avaliação de si mesmos”. Ser humilde, consequentemente, é ser motivado por realismo espiritual, por equilíbrio cristão.

Tudo isso explica porque “Deus concede bênçãos especiais àqueles que são humildes”. Não querendo tornar-se pequenos deuses, superiores a todo o mundo, os humildes não constroem castelos no ar. Pelo contrário, não arriscam acima de sua capacidade real, não pedem ao Senhor posições de glória que estejam acima de sua capacidade de gerenciamento. Humilde é a pessoa que se torna confiável, digno de respeito. Tendo a bênção do Senhor, os humildes se dedicam às realidades divinas bíblicas, não perdendo tempo lutando por suas fantasias. Na Parábola dos Talentos, aquele que recebeu dois e trabalhou honestamente, sem ficar com inveja daquele que recebeu cinco, ganhou a mesma recompensa recebida pelo outro. São as bênçãos do Senhor para os humildes.